Ecoando Resistências #6: Pós-pandemia: outros caminhos possíveis


No último episódio da primeira temporada de Ecoando Resistências conversamos sobre os caminhos possíveis para um mundo pós-pandemia: que mundo é esse e que outras jornadas podemos trilhar? Conversamos com Ildo Pereira, do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), sobre as redes que se formaram nesse momento pandêmico, evidenciando a importância de uma real solidariedade. Nalu Faria, da Marcha Mundial das Mulheres e da Sempreviva Organização Feminista fala sobre a importância de uma luta que questiona os valores patriarcais e a dominação da vida pelo capital. Para entender mais sobre as amarras do capital conversamos com Magnólia Said, da Rede Jubileu Sul, sobre a revisão e auditoria da dívida brasileira, e com Lucia Ortiz, nova presidenta da Amigos da Terra Brasil, que fala sobre a importância de uma recuperação justa frente às crises que enfrentamos sem cair em falsas soluções.

No Absurdo da Vez o extermínio da população negra entra em pauta: com as medidas que proibiam operações militares nas favelas do Rio de Janeiro o número de mortes mais de 70%, evidenciando o caráter absurdo das ações policiais nessas comunidades, que mesmo em tempos de pandemia não parou totalmente no Brasil, como explica nossa convidada Larissa Urruth.

No Momento Cultural temos a poesia de Felipe Deds, integrante do coletivo cultural Poetas Vivos. Acompanhe mais trabalhos em @felipededs e @poetasvivxs, no Instagram.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *